FBCU

Fabrica Brasileira Com a Ultimas Notícias

Categoria: Finanças

Tabela INSS para Doméstica

Entrou em vigor recentemente a obrigatoriedade de se pagar corretamente todos os direitos trabalhistas para as empregadas domésticas. Para saber qual valor que deverá ser pago, é importante que se consulte a Tabela INSS para Doméstica. Se você também se interessa em saber mais informações sobre a Tabela INSS para Domésticas, fique conosco.

Tabela INSS para Doméstica é usada para poder consultar e calcular o valor da contribuição que deverá ser feita para o governo com base nas alíquotas que deverão ser utilizadas. Essa contribuição para a Previdência Social pode variar de acordo com os rendimentos salariais de cada um.

Esta tabela poderá ser consultada pelo contribuinte diretamente no site oficial da Previdência Social. Sua variação é constante a cada ano.

Tabela INSS para Doméstica: Como funciona?

Como nós dissemos, a INSS para empregada domésticas 2023 é usada para se fazer consultas e ter uma noção de cálculo de contribuição. Nela estão contidas todas as datas em que esses pagamentos deverão ser efetuados e quando você poderá comparecer ao banco para sacá-los.

Tabela INSS para Doméstica
Tabela INSS para Doméstica

Anualmente essa tabela é atualizada, então é importante que você se mantenha sempre informado.

Geralmente, a divisão dessa tabela é feita da seguinte forma: para quem recebe o benefício de até um salário mínimo e a outra para quem recebe acima de um salário mínimo.

Tabela INSS para Doméstica: Alíquotas

As alíquotas da Tabela INSS 2023 para Domésticas sofrem alterações todos os anos e os seus valores são baseados em quanto cada cidadão recebe. Quanto maior for o salário, maior será a sua contribuição.

Existem muitas informações que você pode obter pela internet sem precisar ir pessoalmente a uma das agências da Previdência Social. A consulta pela internet é feita de forma gratuita e sem nenhum custo. Deixe para ir em um local de atendimento quando realmente você não conseguir achar o que procura na internet.

Consultar a Tabela INSS para Domésticas é de grande valia para você saber o quanto será descontado do seu salário para poder realizar essa contribuição.

Você pode consultar os valores das alíquotas nessa tabela logo abaixo.

Tabela INSS para Doméstica: Como fazer a consulta?

Consultar essa tabela é muito fácil, porém, muitas pessoas ficam na dúvida de como realizar essa consulta. Veja como proceder:

  • Primeiramente você deverá acessar o site oficial da Previdência Social clicando aqui;
  • Você deverá escolher qual tabela consultar, já que elas são divididas;
  • A primeira opção são as Tabelas para Trabalhador Avulso, Empregado e Empregado Doméstico;
  • A segunda opção são as Tabelas para Contribuintes Familiares ou Individuais.

Lembre-se que os valores das alíquotas variam de acordo com o tipo de contribuição e faixas salariais. Atualmente elas vão de 5% a 20%.


Saiba como declarar o Imposto de Renda

Para declarar o seu Imposto de Renda 2022, você terá duas opções mais acessíveis. São elas:
  • Pelo aplicativo IRPF;
  • Pelo site oficial da Receita Federal.
Abaixo, montamos um simples passo a passo dessas duas alternativas para declaração. Veja!
  1. Documentação: Separe todos os documentos antes de começar, para facilitar o processo. Rendimentos da empresa em que trabalha, de instituições financeiras e de outras rendas recebidas no ano de 2018.
  2. Dados cadastrais: Preencha primeiro os dados pessoais, como endereço e CPF. Essa é a parte “básica” do processo de declaração anual do imposto de renda.
  3. Rendimentos: Todo rendimento registrado pelas fontes pagadoras e instituições financeiras precisa ser declarado. Caso contrário, o contribuinte corre o risco de cair na malha fina do IRPF.
    • *Rendimentos isentos e não tributáveis, como bolsas de estudo e ganhos com a poupança, devem ser informados em ficha específica.
  4. Bens e direitos: Poupanças financeiras, saldo em conta corrente e bens como imóveis e veículos devem ser informados na aba “Bens e direitos”, com o valor em reais em 31 de dezembro de 2017 e no final de 2018.
  5. Pagamentos efetuados: Despesas podem ser comprovadas, como pagamentos com saúde e educação, devem ser declarados na aba “Pagamentos efetuados”, e precisam ser informados o CNPJ ou CPF da instituição ou do profissional.
  6. Verifique pendências: Existe um botão “verificar pendências”. Caso algum campo obrigatório não tenha sido preenchido.
  7. Completa ou simplificada: O próximo passo é escolher o modelo de tributação: por deduções legais, a chamada completa, ou por desconto simplificado. O próprio programa indica a opção mais vantajosa.
  8. Conta em caso de restituição: Para os contribuintes com direito à restituição, o sistema pede que seja informado o banco, a agência e conta corrente para o depósito.
  9. Entregar: Por último, após verificar todos os dados, basta clicar no botão “Entregar Declaração”, no canto esquerdo inferior da tela. A declaração é salva automaticamente.
Uma nova caixa aparecerá na tela, pedindo ao contribuinte selecionar a declaração a ser entregue e clicar em “OK”.

Pelo Aplicativo IRPF

  • Baixe o app em seu celular;
  • Faça o seu cadastro preenchendo todos os dados solicitados;
  • Após isso, abra o aplicativo na opção “Fazer Declaração”;
  • Depois em “Criar ou continuar Declaração”;
  • E por fim, “Fazer a declaração”.

Pelo site da Receita Federal

Nesta segunda e mais usada opção, você deverá baixar o Gerador de Declaração para computadores. Siga as instruções abaixo para este procedimento:
  • Acesse o site ➟ Clicando aqui;
  • Feito isto, clique em “Programa IRPF 2022”;
  • Baixe o programa em seu computador.
Com o programa instalado, faça o seguinte:
  • Clique na opção “Criar nova Declaração”;
  • Nesta nova aba,escolha uma das opções;
  • Informe os dados como mostra na imagem abaixo:
  • Preencha todos os dados solicitados, e reveja para que não haja nenhuma informação errada;
  • Por fim, selecione “Entregar Declaração”.

Restituição Imposto de Renda 2022

Logo depois de ter realizado sua declaração do Imposto de Renda 2022, será necessário que você fique atento a consulta da Restituição deste imposto. Essa restituição funciona para casos onde o valor declarado tenha sido de forma errada! Por isso, é de suma importância ficar atento a este detalhe. O pagamento da Restituição é de responsabilidade da Secretaria da Receita Federal do Brasil – RFB, ou seja, é este órgão que fara a devolução do dinheiro. Para realizar a consulta, siga o passo a passo montado abaixo:
  • Acesse o endereço ➟ Clicando aqui;
  • Neta página preencha as seguintes informações solicitadas: – Número do CPF; – Data de Nascimento;
  • Após isso, informe os caracteres apresentados na página;
  • Clique em “Consultar”.
Nesta nova janela você poderá consultar todas as informações sobre a restituição do seu Imposto de Renda 2022.

Valor da multa por atraso da declaração do Imposto de Renda 2022

É de suma importância que os cidadãos brasileiros obrigados a realizar o pagamento do Imposto de Renda 2022, fiquem atentos ao prazo pois caso a declaração não tenha sido feita dentro do prazo estipulado, o cidadão deverá pagar uma multa de até 20% sobre o valor mínimo que é de R$165,74. Se realmente houver esse atraso, o contribuinte tem até 30 dias para efetuar o pagamento da multa. Caso contrário, será cobrados juros sobre a multa. Nessa situação, deve ser emitida a Darf atualizada.

Quer ser um voluntário? Veja como fazer ser possível!

O trabalho voluntário ainda é uma das formas mais comuns de estar praticando o bem, seja em função de uma causa ou de um grupo de pessoas. Já pensou em ser um voluntário? Vamos ensinar a seguir como você pode tornar isso possível:

Ser um voluntário pode representar diversos benefícios, como crescimento pessoal, contato com pessoas diferentes e muito mais. Diversas pessoas afirmam que querem trabalhar em prol de causas e projetos, mas desconhecem o procedimento necessário para isso, portanto, separamos algumas informações importantes que podem ajudar você que quer seguir esse caminho.

Em primeiro lugar, é interessante você se informar sobre os projetos que estão acontecendo na sua região, ou seja, que são próximos a você. Para as instituições locais, como associações, o comparecimento nos locais responsáveis já pode ser acompanhado de documentos para que o indivíduo esteja se candidatando para a função. O mesmo é previsto para projetos religiosos de qualquer caráter.

Mas como será que o voluntário pode chegar em propostas maiores, que não se resumem somente ao cenário local? Ou até mesmo, como ele pode estar verificando as causas disponíveis para participar daquela que mais se parece com os seus princípios e conceitos de mundo?

Bem, todas essas informações ficam disponíveis através do site acaovoluntaria.org.br. O site visa reunir os dados de ONGs e projetos voluntários que precisam de pessoas para trabalhar.

Além disso, através do link também é possível verificar palestras que estão para acontecer, lista de instituições, entre outras informações importantes para quem está buscando se voluntariar.

É nesse mesmo link que os candidatos podem preencher, de forma simples, o seu cadastro de voluntário para estar assumindo os papéis disponíveis nas instituições listadas.

Mas se o seu interesse é abranger causas de alcance ainda maior, uma boa opção é participar das Nações Unidas se candidatando para as vagas disponíveis através do link unv.org.

Também é possível entrar em contato com agências e instituições para trabalhar como voluntário em outros países, mas é importante verificar as exigências e requisitos dos participantes.

No geral, cada instituição pode estar exigindo diferentes disponibilidades dos voluntários, dependendo do que cada uma está demandando no momento de inscrição.

Por isso, vale a pena conferir os dados da ONG ou instituição de sua escolha, além de estar verificando a forma de cadastro para o trabalho voluntário. Se informe através do site oficial ou do telefone responsável pela causa que você selecionou.