FBCU

Fabrica Brasileira Com a Ultimas Notícias

Autor: Atila

Como se tornar um crítico gastronômico: Conheça essa profissão

É provável que grande parte das pessoas já tenha sonhado em se tornar um crítico gastronômico. Esta é, de longe, umas das profissões mais interessantes do mercado e engana-se quem pensa que se trata de um cargo fácil. É preciso desenvolver algumas habilidades únicas e ter um plano de carreira bem definido!

O seu objetivo é se tornar um crítico gastronômico? Então vale a pena conferir as informações a seguir para entender mais sobre essa profissão e como atuar na área:

O que faz um crítico gastronômico?

O crítico gastronômico precisa desenvolver diversas habilidades e uma delas é o paladar apurado. Afinal, será esse profissional o responsável por estabelecer um patamar de excelência na região que atua.

A função dele será degustar, avaliar e redigir uma crítica sobre o serviço, o atendimento e principalmente a comida de determinado restaurante ou estabelecimento.

Entre as muitas consequências da passagem de uns críticos pelos restaurantes, está a valorização do mesmo. Além disso, suas críticas também funcionam como um registro gastronômico da cidade em que trabalha.

Esse registro, dependendo da crítica que for estabelecida, pode ser um atrativo para turistas, e valorizar a gastronomia do local, por exemplo.

O crítico precisa ser firme e possuir um grande poder discursivo para expressar da melhor forma, a sua experiência no restaurante selecionado, devendo gozar de honestidade e profissionalismo.

Qual a formação necessária?

Como mencionado, o profissional da área precisa desenvolver diversas habilidades e a expectativa é que as mesmas possam ser adquiridas durante a formação do mesmo.

Em primeiro lugar, você pode vir a se tornar um crítico ingressando no curso de Gastronomia, mas vale lembrar que ainda é preciso algumas especializações que lhe capacitem como escritor.

Da mesma forma, é o caso de quem optar por fazer Jornalismo, esperando atuar na área da Gastronomia. E possível, entretanto, podem ser exigidas algumas qualificações extras desses profissionais.

Afinal, a atuação do crítico gastronômico permeia entre as duas áreas, unindo o poder discursivo ao dom da culinária para redigir as críticas de qualidade.

Quanto recebe?

Quem se interessa pela área, com certeza deve estar se perguntando quanto ganha um crítico gastronômico. Bem, a média esperada para os diversos cargos da Gastronomia é de R$ 1.500.

A atuação do crítico gastronômico pode ser valorizada de maneira diferente no país, dependendo da cidade em que trabalha e dos estabelecimentos próximos.

Se trabalhar para algum jornal, revista ou site renomado, a expectativa é que a média salarial prevista para os profissionais da Gastronomia seja um pouco maior.


Qual a idade ideal para começar a fazer musculação

Já faz alguma tempo que a musculação está na moda e a estilo de vida fitness passou a fazer parte da realidade de muitas pessoas. Com isso, os jovens estão começando a entrar cada vez mais cedo na academia e a preocupação dos pais e especialistas é de que forma isso pode influenciar no desenvolvimento deles.

Mas será que existe uma idade ideal para começar musculação? Bem, para entender direitinho esse assunto e estar de acordo com o que é indicado para a saúde.

Alguns especialistas da área de saúde não costuma estipular uma idade específica para começar a prática da musculação, afinal os jovens são muito diferentes entre si e a alimentação que possuímos hoje em dia, faz com que seus corpos evoluam muito mais rápido.

No caso, dos pais identificarem essa aceleração do desenvolvimento da criança, é necessário procurar um especialista para que o mesmo acompanha e indique a musculação.

Existem ainda os casos de obesidade infantil, que fazem com que a criança e o jovem ingressem cedo na academia, mas nesses casos deve ser dada a recomendação de um especialista.

Então não existe uma idade ideal para praticar musculação?

Bem, como mencionado, muitos especialistas recomendam o acompanhamento médico, no qual o próprio profissional vai indicar se o desenvolvimento do jovem já é condizente com a musculação.

Entretanto, outros especialistas estipulam, exceto para os casos especiais que comentamos, a idade média de 14 anos para que se comece essa prática física, isto porque, nessa idade, tanto a ossatura, quanto a estrutura corporal e a altura já estão num nível de estabilidade.

Quando esse processo de crescimento já está estabelecido, o jovem pode iniciar a musculação com bastante cuidado e se possível com o acompanhamento de um profissional da área.

Mas e se o médico não recomendar a musculação?

Existem alguns profissionais que opinam negativamente sobre a prática da musculação precoce, mas existem diversos tipos de atividade que podem proporcionar um condicionamento físico de forma saudável.

O futebol é o mais comum deles mas para quem quer desenvolver os membros superiores, a natação é a mais recomendada, além de ser um esporte que melhora a respiração.

Uma outra opção é a dança, mas mais variadas. Além de proporcionar a definição do corpo, a dança trabalha os movimentos, a flexibilidade, o ritmo, a resistência, entre outras habilidades que serão desenvolvidas a partir da prática regrada dessa atividade.


Quer ser um voluntário? Veja como fazer ser possível!

O trabalho voluntário ainda é uma das formas mais comuns de estar praticando o bem, seja em função de uma causa ou de um grupo de pessoas. Já pensou em ser um voluntário? Vamos ensinar a seguir como você pode tornar isso possível:

Ser um voluntário pode representar diversos benefícios, como crescimento pessoal, contato com pessoas diferentes e muito mais. Diversas pessoas afirmam que querem trabalhar em prol de causas e projetos, mas desconhecem o procedimento necessário para isso, portanto, separamos algumas informações importantes que podem ajudar você que quer seguir esse caminho.

Em primeiro lugar, é interessante você se informar sobre os projetos que estão acontecendo na sua região, ou seja, que são próximos a você. Para as instituições locais, como associações, o comparecimento nos locais responsáveis já pode ser acompanhado de documentos para que o indivíduo esteja se candidatando para a função. O mesmo é previsto para projetos religiosos de qualquer caráter.

Mas como será que o voluntário pode chegar em propostas maiores, que não se resumem somente ao cenário local? Ou até mesmo, como ele pode estar verificando as causas disponíveis para participar daquela que mais se parece com os seus princípios e conceitos de mundo?

Bem, todas essas informações ficam disponíveis através do site acaovoluntaria.org.br. O site visa reunir os dados de ONGs e projetos voluntários que precisam de pessoas para trabalhar.

Além disso, através do link também é possível verificar palestras que estão para acontecer, lista de instituições, entre outras informações importantes para quem está buscando se voluntariar.

É nesse mesmo link que os candidatos podem preencher, de forma simples, o seu cadastro de voluntário para estar assumindo os papéis disponíveis nas instituições listadas.

Mas se o seu interesse é abranger causas de alcance ainda maior, uma boa opção é participar das Nações Unidas se candidatando para as vagas disponíveis através do link unv.org.

Também é possível entrar em contato com agências e instituições para trabalhar como voluntário em outros países, mas é importante verificar as exigências e requisitos dos participantes.

No geral, cada instituição pode estar exigindo diferentes disponibilidades dos voluntários, dependendo do que cada uma está demandando no momento de inscrição.

Por isso, vale a pena conferir os dados da ONG ou instituição de sua escolha, além de estar verificando a forma de cadastro para o trabalho voluntário. Se informe através do site oficial ou do telefone responsável pela causa que você selecionou.